Partilhar

Super Dumoulin!

39,8 quilómetros marcaram o contra-relógio individual da etapa 10 do centenário do Giro d’Italia.

Bonitas paisagens eram atravessadas durante o dia de hoje.

Tom Dumoulin (Team SunWeb) partia como grande favorito e não desapontou. Não só venceu como arrasou toda a restante concorrência, num intervalo de tempo superior ao esperado. O campeão holandês da especialidade percorreu os cerca de 40km’s em 50:37 minutos e apenas 4 ciclistas conseguiram ficar abaixo dos 2 minutos de desvantagem sob o holandês na etapa. Dumoulin é assim o novo maglia rosa da prova.

Dumoulin venceu a etapa e subiu à liderança da prova.

Em 2º lugar na etapa ficou Geraint Thomas (Team Sky), que assim ascendeu ao 11º lugar na geral, um grande feito após ter ido ao chão na etapa transacta por culpa da mota da polícia municipal. Bob Jungels (Quick Step – Floors) completou o pódio da jornada, o luxemburguês que recuperou alguma da desvantagem com que ficou na etapa 9.

Fantástico espírito de sacrifício por parte do britânico.

Pela negativa, destaca-se Nairo Quintana (Movistar Team), Thibaut Pinot (FDJ) e Tejay van Garderen (BMC Racing Team) pois espera-se um melhor desempenho deste trio.

Quintana desiludiu e despediu-se da liderança.

Quanto aos portugueses, Rui Costa (Team UAE Emirates) terminou o esforço individual no 21º lugar, estando agora em 18º na geral. José Gonçalves (Katusha – Alpecin) e José Mendes (Bora – Hansgrohe) fecharam o dia em 35º e 36º, respectivamente, ocupandos os lugares 77º e 48º.

Top-12 após a 10ª etapa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here