Partilhar

O Improvável Aconteceu!

De Reggio Calabria a Terme Luigiane foram 217 quilómetros percorridos pelo pelotão neste 6º dia de Giro d’Italia centenário.

O pelotão chegou a Itália continental ao 6º dia.

A fuga do dia foi composta por Jasper Stuyven e Mads Pedersen (Trek – Segafredo), Lukas Pöstlberger (Bora – Hansgrohe) Simone Andreetta (Bardiani) e Silvan Dillier (BMC Racing Team).

A fuga do dia.

Pedersen protegeu o seu colega durante o dia e a factura foi paga a 6 quilómetros do fim quando descolou do grupo fugitivo. Andreetta viria também a não ter forças e a descolar, deixando a discussão da vitória a três. Silvan Dillier bateu Stuyven, fazendo assim o improvável. Pöstlberger, primeiro líder da prova, completou o pódio da jornada.

O sprint foi discutido ao milímetro.

Num dia em que a fuga vingou como antevisto, no pelotão, não houve movimentações a não ser a de Rui Costa (Team UAE Emirates), que depressa foi anulada. Com pelotão compacto a chegar à meta, Bob Jungels (Quick Step – Floors) mantém-se na liderança da prova.

O luxemburguês ergue a camisola rosa pelo 2º ano consecutivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here