Partilhar

A 101ª edição do Giro d’Italia, será a 1ª Grande Volta do ano, na 1ª vez que uma das tres grandes arranca fora de solo europeu. Não vai faltar espectáculo porque das 21 etapas… 8 serão com chegadas em alto!

Vamos ter a corrida a arrancar em Israel e a terminar em Roma. Serão poucas as oportunidades que sprinters como Elia Viviani (Quick-Step), Sacha Modolo (EF Education First) ou Jakub Mareczko (Wilier Triestina) terão, por isso terão que aproveitar. E é claro: o contra-relógio da 16ª etapa vai marcar a corrida.

Viviani está a fazer uma grande temporada.

A chegada a Bardoneccha é apontada por muitos como a etapa-rainha. Estaremos na 19ª jornada e haverá passagem pela Cima Coppi, que este ano é o Colle delle Finestre.

Perfil da etapa 19.

No que toca aos favoritos, a lista é encabeçada por Chris Froome (Sky). Logo atrás de si vem o vencedor em título, Tom Dumoulin (Sunweb), que não tem tido uma grande época, mas que na temporada passada provou que é homem para três semanas. Para finalizar o top-3 de favoritos, Thibaut Pinot (FDJ)  tem vindo a angariar bons resultados e chega ao Giro em boa forma depois da vitória no Tour of the Alps.

Froome – Dumoulin, o duelo que os adeptos da modalidade ansiavam.

Na luta pelos lugares cimeiros não podemos deixar falar de mais alguns nomes. Fabio Aru (UAE – Team Emirates) depois de dois anos a apostar no Tour de France, volta a casa com uma nova camisola e promete jogar ao ataque. Miguel Angel Lopez (Astana) também vem com ideias depois de uma grande Vuelta a España no ano passado. Domenico Pozzovivo (Bahrain) está em boa forma e é um candidato sério a top5, tal como Estéban Chávez e Simon Yates, dupla da Mitchelton – Scott, que traz um dos conjuntos mais equilibrados. Esta também será a oportunidade para Louis Mentjes (Dimension Data) provar que é capaz de alcançar algo mais que um top-10. Atenção ainda a Ben Hermans, agora na Israel Cycling Academy, tem vindo a fazer uma boa época e a equipa quer fazer um bom resultado; Rohan Dennis (BMC) e Davide Formolo (Bora) vão ter a oportunidade de liderar as suas equipas e são hipóteses para top-10; por fim, Giulio Ciccone, menino de 23 anos que vai liderar a Bardiani e que estará na luta pela camisola da juventude.

Pelotão completo.

O único português em prova será José Gonçalves (Team Katusha – Alpecin) que terá etapas bem ao seu estilo para se conseguir mostrar

José Gonçalves está em boa forma.

Os dados estão lançados! O espectáculo pode ser acompanhado nos canais Eurosport com Luís Piçarra, Paulo Martins e Olivier Bonamici. O Franciu vai tentar fazer a dobradinha no Jogo das Apostas, enquanto Adam Hansen (Lotto – Soudal) tentará completar a sua 20ª Grande Volta consecutiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here