Partilhar

257 quilómetros marcam a edição 115 do Paris – Roubaix, 55 dos quais em pavé, distribuídos por 29 sectores. Os ciclistas passaram nos míticos Touée d’Arenberg, Beuvry-la-Forest e a gloriosa chegada no velódromo de Roubaix.

Perfil da 115ª edição.

O dia é marcado pelo encerrar da carreira de Tom Boonen (Quick Step – Floors). O belga procura a sua 5ª vitória na prova e, partindo como favorito, tem à sua disposição uma equipa bem organizada, em prol do seu objectivo… organização essa que não tem sido vista nos últimos anos. Peter Sagan (Bora – Hansgrohe), procura em Roubaix desfazer o mau bocado que passou na Flandres, e Greg van Avermaet (BMC Racing Team) procura o culminar de uma grande primeira metade de época.

Sagan necessita de dar uma rápida resposta ao que aconteceu a semana passada.

Não é de descartar o vencedor da edição transacta, Mathew Hayman (Orica – Scott), que conta na sua fileira com Jens Keukeleire. O duo da Katusha – Alpecin, Alexander Kristoff e Tony Martin é de ter em conta, assim como Sylvain Chavanel (Direct Energie), ciclista que corre em casa, nesta que provavelmente será a sua última participação. Atenção ainda a John Degenkolb (Trek – Segafredo), ainda na sombra de Spartacus apesar de já ter vencido esta prova em 2015, e André Greipel (Lotto Soudal).

O alemão agora na Trek já ergueu os braços em Roubaix!

À semelhança do ano anterior, temos dois portugueses em acção, desta feita Nuno Bico e Nelson Oliveira, ambos da Movistar. Nelson vem de um 18º lugar na Flandres, pelo que, poderemos ambicionar a um bom resultado. Tudo isto para ver desde o quilómetro 0 na Eurosport, com Luís Piçarra, Paulo Martins e Oliver Bonamici, a partir das 10h.

Lista de inscritos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here