Partilhar

Mais uma prova espanhola, na qual os portugueses têm obtido bons resultados, como os terceiros lugares de Henrique Casimiro e de Joni Brandão, em 2017 e 2016, respectivamente. Este ano foi a vez de um ex-ciclista do Benfica brilhar.

Esta prova dividiu-se em duas etapas direccionadas para os homens mais rápidos do pelotão e outra para decidir a geral, com uma etapa difícil que terminava em Avila.

Barbero bateu duo da Euskadi.

Nas duas primeiras etapas, com chegadas em pelotão compacto, Carlos Barbero (Movistar) comprovou o seu favoritismo e bateu toda a concorrência no primeiro dia; na segunda tirada, o jovem estoniano Mikhel Raim (Israel Cycling Team) surpreendeu tudo e todos.

Na etapa decisiva, Rubén Plaza (Israel Cycling Team) não deu hipóteses a ninguém, ganhando a etapa e levando a geral final. O espanhol venceu pela segunda vez esta prova, depois de ter triunfado em 2013, e dá muito boas indicações para o Giro d’Italia que se aproxima. André Carvalho (Liberty Seguros – Carglass), atleta patrocinado e em estreia com a parceria com a Lojas da Visão, fechou em 52º esta etapa rainha.

Grande vitória do experiente espanhol.

O melhor representante das equipas portuguesas foi o espanhol Mario Gonzalez, da Sporting-Tavira, com o 6º lugar, enquanto duas posições abaixo, aparece o melhor português – Daniel Mestre (Efapel). André Carvalho terminou em 82º.

Eis o top-10 final:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here