Partilhar

189,3 quilómetros ligaram Lagoa ao mítico Alto da Fóia, nesta que foi a 2ª etapa da 43ª Volta ao Algarve.

Perfil da etapa 2.

A fuga do dia foi composto por Edward Theuns (Trek-Segafredo), Kenneth Vanbilsen (Cofidis), Igor Boev (Gazprom – RusVelo), Brian van Goethem (Roompot-Nederlandse Loterij), Adam de Vos (Rally Cycling), Luís Gomes e Daniel Sánchez (RP – Boavista).

Numa etapa onde onde o pelotão foi cada vez ficando mais reduzido, a Quick Step – Floors resolvou parte do que havia a resolver logo no início da última dificuldade do dia. Zdenek Stybar aumentou o ritmo, Enric Maas e Daniel Martin seguiram. Pelotão partido, Stybar encostou, Mas puxou e também encostou, e Daniel Martin seguiu. Teve a companhia de Michal Kwiatkowski (Team Sky) e de Amaro Antunes (W52 – FC Porto) mas acabou a discutir o sprint com Primož Roglič (Team LottoNL – Jumbo), acabando por vencer. O irlandês é o novo líder da prova.

Martin saiu de trás do eslovaco da LottoNL e venceu.

Numa enorme prestação do português do Porto, este sprintou para o 4º, remetendo o sportinguista Rinaldo Nocentini para 5º. Enormes prestações ainda de Edgar Pinto (LA Alumínios – Metalusa), Ricardo Vilela (Manzana Postobon), num dia onde Sérgio Paulinho foi a maior das desilusões.

Amanhã, será a etapa de contra-relógio, onde Daniel Martin dificilmente manterá a liderança. Para acompanhar na Eurosport com Gonçalo Moreira e Paulo Martins a partir das 16h.

Perfil da etapa 3.

PS: amanhã será dia para o “carrasco” do Olivier Bonamici (Jonathan Castroviejo)?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here