Partilhar

A 2ª etapa da Volta ao Algarve ligou Sagres ao Alto da Fóia, numa extensão total de 187,9 quilómetros.

O pelotão em Sines durante a 2ª jornada da prova.

A fuga do dia foi composta por Yves Lampaert (Quick – Step Floors), John Degenkolb (Trek – Segafredo), Marcos Jurado (Efapel), Oscar Pelegri (Rádio Popular – Boavista), Ricardo Mestre (W52 – FC Porto), Ben King (Dimension Data) e Lukas Pöstlberger (Bora – Hansgrohe). Estes últimos dois foram os derradeiros a serem anulados pelo pelotão, ao início da última dificuldade do dia, a subida ao Alto da Fóia.

A fuga do dia.

No início da ascensão a equipa Sky tomou a cabeça do pelotão, tendo Philippe Gilbert (Quick – Step Floors) sido o primeiro a tentar a sua sorte. O único ciclista a ter liberdade e uma verdadeira vantagem foi… Vasil Kiryienka, bielorrusso da equipa britânica. Posteriormente Sam Oomen (Sunweb) e Valerio Conti (UAE Team Emirates) tentaram a sua sorte, tendo a Sky anulado os três fugitivos.

A Sky manteve o ritmo forte no pelotão e nos metros finais, os seus líderes, Michal Kwiatkowski e Geraint Thomas, partiram rumo à vitória. O polaco venceu a jornada e o britânico ascendeu à liderança da prova.

O ex-Campeão do Mundo foi o mais forte nos metros finais.

Joaquim Silva (Caja Rural) foi o melhor português, ao chegar no 14º lugar. Destaque para o 17º lugar de Nelson Oliveira (Movistar Team) e André Carvalho (Liberty Seguros – Carglass), atleta patrocinado, que foi 63º no dia de hoje.

Top-20 da classificação geral.

O 3º dia da prova é marcado pelo contra-relógio individual de 20,3 quilómetros em Lagoa. Os favoritos são Geraint Thomas, Tony Martin (Team Katusha Alpecin), Nelson Oliveira, Richie Porte e Vasil Kiryienka. Etapa para acompanhar no Eurosport II a partir das 16h, com comentários de Luís Piçarra, Paulo Martins e Olivier Bonamici.

Perfil do contra-relógio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here