Partilhar

199,2 quilómetros marcaram o 4º dia da Volta ao Algarve, ligando Almodôvar a Tavira, com uma vasta adesão do público ao longo do dia.

O público aderiu em massa à “Algarvia” do primeiro ao último quilómetro.

A fuga do dia foi constituída por Rory Sutherland (UAE Team Emirates), Julen Amezqueta (Caja Rural – Seguros RGA), Bruno Silva (Efapel), Aleksandr Grigorev (Sporting – Tavira), João Rodrigues (W52 – FC Porto) e Ben King (Dimension Data). Estes últimos dois disputaram entre si os pontos da montanha, com o homem da Dimension a reforçar a sua liderança na classificação.

A fuga do dia.

A 20 quilómetros do fim e com a fuga controlada, Philippe Gilbert (Quick – Step Floors) saltou do pelotão com Dylan Teuns (BMC Racing), Guillaume Bonnafond (Cofidis), e Jasha Sütterlin (Movistar Team). Estes novos fugitivos alteraram as contas do pelotão que não pôde medir a esforços para alcançar os fugitivos.

O belga gerou confusão no pelotão.

A 3 quilómetros do fim a fuga alargada foi anulada, dando lugar aos comboios dos sprinters. A LottoNL – Jumbo e a Trek – Segafredo mostraram o poderio dos mesmos e os seus velocistas não desapontaram: Dylan Groenewegen somou nova vitória e John Degenkolb fechou em 2º.

Dylan Groenewegen tomou o gosto às terras algarvias.

André Carvalho (Liberty Seguros – Carglass) foi 80º, estando agora em 59º na geral, onde o melhor português continua a ser Nelson Oliveira (Movistar Team).

Top-20 sem alterações face à etapa 3.

A 5ª etapa fecha as hostilidades desta 44ª edição, com o mítico Alto do Malhão. 3ª vitória de Geraint Thomas (Team Sky), a 2ª de Michal Kwiatkowski (Team Sky) ou a 1ª de Nelson Oliveira? Decisões a partir das 16h na Eurosport II com Luís Piçarra, Paulo Martins e Olivier Bonamici.

Perfil da 5ª etapa da 44ª Volta ao Algarve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here