Partilhar

A 51ª edição da Amstel Gold Race ofereceu um imenso espectáculo, na 1ª Clássica das Ardenas. Algumas quedas marcaram a jornada, nomeadamente Fabio Felline (Trek Segafredo) ainda com a corrida neutra e posteriormente de Grega Bole (Nippo – Vini Fantini). O ciclista protegido de Olivier Bonamici caiu… à entrada do directo da Eurosport!

A Holanda mostrou o que tem de melhor, bonitas paisagens.

A fuga que marcou o dia foi apanhado perto do final, fruto de um imenso trabalho da Orica GreenEDGE, que queria o melhor resultado possível para Michael Matthews e Simon Gerrans. A Sky e a Katusha foram as outras duas formações que mais trabalharam durante a prova.

Mathew Hayman trabalhou em prol do colectivo.

A 28km do final Philippe Gilbert (BMC Racing Team) acusa a sua lesão na mão e fica para trás, ainda com Mathew Hayman (Orica GreenEdge) e Edvald Boasson Hagen (Dimension Data). Estes dois últimos, protagonistas nas Clássicas do Pavé, recolariam no pelotão posteriormente. Bob Jungels (Etixx Quick – Step) mexeu na corrida, num ataque que descartou Michal Kwiatkowski (Team Sky) da corrida. Seguiu-se Tom Dumolin (Team Giant – Alpecin), a 12km do final.

Gilbert e a sua lesão na mão.

Roman Kreuziger (Tinkoff), vencedor da prova em 2013, atacou a sensivelmente 7km para o fim, sem efeito. Tim Wellens (Lotto Soudal) contra-atacou. A 2km do final, Enrico Gasparotto (Wanty – Groupe Gobert) atacou, seguido por Michael Valgren (Tinkoff). Samuel Sanchez (BMC Racing Team) tentou a sua sorte, sem efeito. O italiano da Wanty, vencedor da prova em 2012 bateu o homen da Tinkoff ao sprint. Sonny Colbrelli (Bardiani – CSF) completou o pódio, sendo o 1º ciclista do grupo principal.

Top-15 final.

Rui Costa (Lampre – Merida) fechou em 17º, Mário Costa (Lampre Merida) em 64º e Tiago Machado (Team Katusha) em 85º.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here