Partilhar

Depois de se ter lesionado no Tour de France há cerca de sete meses e nove meses depois da sua última vitória, foi voltar, ver e vencer para Alejandro Valverde (Movistar), que completa 38 anos em Abril.

O espanhol mostrou-se mais forte nas etapas que a isso pediam e não deu ao duo da Astana, Luis Leon Sanchez e Jakob Fuglsang, qualquer hipótese de sonhar. Na segunda etapa, estes três lançaram-se para a frente na última dificuldade do dia (a 34 km’s do final), e a decisão foi levada para o risco, com Valverde a bater Sanchez, depois do sprint lançado pelo dinamarquês.

Resultado de imagem para pódio Vuelta a la Comunitat Valenciana cycling news
Valverde mostrou o seu poderio.

Na quarta etapa, em chegada em alto, o espanhol mostrou mesmo que estava em grande forma e bateu toda a gente, chegando isolado à meta, para a sua segunda vitória. Quem mais se aproximou foram Adam Yates (Mitchelton – Scott) e Luis Leon Sanchez, que chegaram a 4 segundos do Bala.

No que toca aos sprints, Danny van Poppel (LottoNL – Jumbo) ganhou a primeira etapa e começa da melhor maneira com as novas cores; e Jurgen Roelandts (Lotto – Soudal) festejou na última etapa, coisa que já não fazia há 5 anos.

Resultado de imagem para Vuelta a la Comunitat Valenciana 2018 cycling news
Holandês estreia-se a ganhar pela sua nova equipa.

A BMC venceu o contra-relógio por equipas da 3ª etapa, que funcionou como um treino em competição, pois a etapa foi neutralizada devido às condições climatéricas adversas e não contou para a classificação geral.

Destaque para o único português em prova, Amaro Antunes (CCC Sprandi Polkowice), que na sua estreia com a equipa polaca, atacou, tentou e terminou no 10º lugar da geral, a 1:09’ de Valverde. Uma boa estreia para Amaro Antunes. José Mendes (Burgos – BH) concluiu a prova em 31º, Nuno Bico (Movistar) em 154º.

Top-10 final.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here