Partilhar
Valls p Spain - wielrennen - cycling - cyclisme - radsport - Alejandro VALVERDE BELMONTE (Spain / Team Movistar) pictured during the 98th Volta Ciclista a Catalunya (2.UWT) stage 2 from Mataró to Valls (175.6KM) - 20-03-2018 - photo Luis Gomez/Cor Vos © 2018

Se havia um alvo a abater, esse era Alejandro Valverde (Movistar), depois do triunfo do Bala na edição de 2017. Mas a verdade é que essa missão foi fracassada.

A Quick-step continuou a sua época dominadora e lançou para a ribalta mais dois jovens: Álvaro Hodeg, que ganhou a primeira etapa, e Maximilan Schachmann, que levou a sexta, através de uma fuga.

Mais um jovem talentoso da Quick-Step.

As fugas também tiveram o seu sucesso, com Thomas de Gendt (Lotto Soudal), outra vez ele, a vencer a solo a no terceiro dia e Jarlinson Pantano (Trek – Segafredo) a triunfar na quinta tirada.

Mas quando chegaram as etapas das decisões, Valverde, de 37 anos, não deu hipóteses e limpou as etapas dois e quatro, vestindo a camisola de líder, que a defendeu muito bem na última etapa, em Barcelona, onde venceu Simon Yates (Mitchelton). Nairo Quintana (Movistar) ficou no segundo lugar e Pierre Latour (AG2R) fechou o pódio.

Duelo de gerações entre Bernal e Valverde.

Dois portugueses participaram na prova, com Ricardo Vilela (Manzana Postobon) a ser o melhor classificado, na 25ª posição, a 4:12′ do vencedor. Joaquim Silva (Caja Rural) fechou em 84º, a mais de meia hora do espanhol.

Eis o top-10 da geral:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here