Partilhar

Joxean Fernández Maxtin, espanhol de 44 anos, ex-ciclista, é conhecido actualmente no mundo do ciclismo pelo seu carácter profissional, trabalho árduo e vasto conhecimento do pelotão internacional. Nesta temporada desempenha funções na equipa Etixx – Quick Step, do britânico Mark Cavendish e do actual Campeão do Mundo Mikael Kwiatkoski. O manager de Rui Costa e Nélson Oliveira na época transacta disponibilizou-se a falar com o Ciclismo 24 por 24 sobre a 70ª edição da Vuelta.

Na tua opinião qual é o principal favorito à vitória?
Nairo Quintana.

Qual é o principal oponente de Chris Froome?
Nairo Quintana, e a Vuelta é a seu favor, sobretudo em Andorra e a etapa de Cobertoria, a etapa 16.

Qual é a etapa-chave?
Etapa 16 e o crono de Bugos.

Sendo que és espanhol e estão em competição um bom lote de ciclistas espanhóis, quais dos jovens ciclistas em prova tu apontas como o futuro do ciclismo do teu país natal?
Existem vários, mas Mikel Landa pode já marcar no presente, depois temos Herrada, os irmãos Izaguirre e os mais jovens como Marc Soler, Roson, Cristian Rodriguez, temos um bom lote para lapidar.

Como vês a participação de Peter Sagan?
É sempre competitivo e um talento do ciclismo, é muito bom, tem um excelente carácter, divertido e é um jovem que trás uma boa imagem ao ciclismo.

Trabalhaste um ano com Nélson Oliveira, que está aqui presente. Que achas que ele poderá vir a fazer nesta Vuelta? Qual o terreno onde pensas que ele irá erguer os braços?
É um talento que parece ser como o vinho do Porto, melhora muito a cada ano, e tenho a certeza que irá dar muitas alegrias a Portugal. Estou convencido que será um dos grandes deste pelotão, mais ano, menos ano, e espero vê-lo e acredito que ele vá ganhar um mundial de crono. Gosto imenso dele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here